Aperta o botão

Copie o código Audima:

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Agente penitenciário mata namorada e depois comete suicídio no norte do Brasil


Um agente penitenciário, de 35 anos, e a namorada dele, de 28 anos, foram encontrados mortos na tarde deste domingo (13) em um apartamento da Zona Leste de Porto Velho. Segundo a Polícia Militar (PM), Anderson Borges atirou em Geize Nonato Piedade e depois cometeu suicídio.
Anderson e Geize foram achados sem vida na residência da mulher, localizada na Avenida Rio de Janeiro da cidade. Segundo a corporação, o agente penitenciário teria efetuado dois disparos de arma de fogo na cabeça da namorada e, em seguida, atirado no próprio rosto.
Os corpos foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) do município depois que equipes da perícia técnica e da Delegacia de Homicídios da cidade, que conduz as investigações, aparecerem no local.
Na região onde o caso ocorreu, o ex-companheiro de Geize revelou à Rede Amazônica que ela e Anderson mantiveram um relacionamento por cerca de um ano, mas se separaram. De acordo com ele, ambos tinham retomaram a relação há uma semana.
Geize deixa uma filha de 6 anos. A criança estava com a família do pai no momento do crime.
O Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores de Rondônia (Singeperon) confirmou que Anderson era agente penitenciário e estava lotado na unidade prisional Pandinha, na capital.

Do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As mais visitadas