quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Sonhos tiveram fim”, dizem familiares de estudante morto


Um rapaz tranquilo, estudioso e sonhador. É assim que familiares e amigos descrevem Arthur Lima de Oliveira, 18 anos, o estudante que morreu ao tentar reagir a assalto no início da tarde no Centro Comercial do Alecrim, Zona Leste de Natal. O crime ocorreu em uma galeria da Avenida Coronel Estevam, conhecida como Avenida 9, na tarde de quarta-feira (18).

O pai de Arthur é comerciante no Alecrim e o rapaz estudava em uma escola particular do bairro. A família priorizava os estudos, mas em algumas horas vagas Arthur ia para o comércio ajudar. Abalado com o assassinato, o comerciante foi ao Itep na noite de segunda-feira para liberar o corpo do filho que foi baleado no peito.

Amilton Soares disse que não espera muito da justiça, nem que as coisas mudem com relação à insegurança. “Não tem muito o que esperar não, infelizmente. Só quero que Deus dê a consolação para mim e minha esposa”, destacou Amilton.

No velório do estudante na manhã desta quinta-feira (19), a tia da namorada de Arthur lamentou o crime que deu fim aos planos de um jovem tão sonhador. “O Arthur tinha a vida pela frente, era tão sonhador, tinha projetos. Namorava minha sobrinha e eu já via ele como membro da minha família. Eles tinham projetos. Estudavam na mesma sala, faziam planos de fazerem engenharia civil. É muito triste. Hoje minha sobrinha acordou sem chão”, disse Silma Nóbrega.

O estudante foi morto no início da tarde de quarta-feira no Alecrim. Dois suspeitos assaltaram uma loja na região. Cerca de nove pessoas estavam no estabelecimento e foram ameaçadas pela dupla, que roubou celulares e outros pertences.

A movimentação chamou a atenção da população e Arthur correu atrás de um suspeito sendo atingido por um tiro no peito. Após troca de tiros, a polícia prendeu um dos suspeitos e apreendeu uma moto e a arma. O comparsa conseguiu fugir.

OP9RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As mais visitadas