Copie o código Audima:

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Mossoró: Jovem pede que a polícia investigue morte da irmã, Mirley Soiane

"Todos os dias o filho dela pede a Deus para ela descer do céu, porque está com saudade. E isso me mata todos os dias", diz Mayara Lima, pedindo Justiça as autoridades do Rio Grande do Norte para caso da irmã, Mirley Soiane de Oliveira Lima, executada a tiros, há exatos 3 meses. 

Criança de 4 anos viu a mãe e o pai serem executados

“Eu quero pedir que os responsáveis pela investigação do caso dela faça alguma coisa, porque até agora nada foi descoberto”, explica Mayara Lima, que foi embora de Mossoró para outra região do País, exatamente por não saber precisamente o que aconteceu. 

Mayara Lima diz que Mirley era “uma pessoa de bem, que nunca fez mal a ninguém e que só ajudava todos a sua volta". Lembra que a irmã cursava universidade, trabalhava e cuidava do filho de 4 anos. “O filho dela presenciou tudo!”, diz. 

O garoto de apenas 4 anos viu não só a mãe ser executada, mas também o pai Rogério Jacinto de Oliveira Queiroz, poucos meses antes, numa estrada de barro de acesso à Serra Mossoró. “Quero pedir as autoridades competentes para que façam alguma coisa”, reclama. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As mais visitadas