Aperta o botão

Copie o código Audima:

terça-feira, 27 de agosto de 2019

Aliciador de mulheres para o tráfico internacional é extraditado para Pernambuco


Um homem apontado como aliciador de mulheres para o tráfico internacional de drogas foi extraditado para o Recife. Maique Inhanque, 22 anos, era um dos líderes de uma organização criminosa com uma célula no Recife, responsável por enviar “mulas” (pessoas que transportam drogas) para Portugal. Natural do Espírito Santo, Maique chegou à capital pernambucana na quinta-feira (22), depois de ser preso em janeiro.

A prisão dele aconteceu através das investigações em dois casos distintos, em que três pessoas foram detidas por tráfico internacional de entorpecentes no Aeroporto dos Guararapes, nos dias 7 de dezembro de 2017 e 17 de abril de 2018. Maique foi preso em Portugal no dia 21 de janeiro, mas só neste mês a justiça brasileira decidiu pela extradição dele.
O grupo criminoso do qual Maique era um dos líderes realizava o envio constante de cocaína para a Europa, aliciando várias mulheres com proposta de lucro fácil e viagens para países e cidades da Europa, como Lisboa, Madrid e Paris. Ele havia saído do Brasil no dia 27 de de janeiro de 2018 e não havia retornado até ser preso e extraditado.
Após fazer exame de corpo de delito, Maique foi encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, Região Metropolitana do Recife, onde se encontra à disposição da Justiça Federal. Caso ele seja condenado, as penas podem variar de 5 a 20 anos de reclusão.
Portal PE10


Nenhum comentário:

Postar um comentário

As mais visitadas