quarta-feira, 8 de maio de 2019

Nova fase da Lava Jato investiga lavagem de dinheiro em banco

A Polícia Federal, em cooperação com o Ministério Público Federal e com a Receita Federal, deflagrou, na manhã desta quarta-feira (08/05/2019), a 61ª fase da Operação Lava Jato. A ação foi batizada de Disfarces de Mamom.

Cerca de 170 policiais federais cumprem três mandados de prisão preventiva e 41 de busca e apreensão em 35 locais diferentes nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Os documentos foram expedidos pela 13ª Vara Federal de Curitiba (PR).

Desta vez, o objetivo é apurar um grande esquema de lavagem de dinheiro praticado por altos funcionários do Banco Paulista SA. De acordo com os investigadores, os suspeitos, por meio da instituição financeira, faziam a contratação de empresas de fachada, que emitiam notas fiscais e contratos fictícios para justificar serviços não prestados e, assim, camuflar pagamentos feitos e recebidos pela entidade localizada no exterior.

Uma vez feitos os pagamentos, as empresas, com ajuda de doleiros, remetiam numerário para exterior por meio de operações tipo dólar-cabo, dando aparência de legalidade às operações e obtendo dinheiro em moeda estrangeira com aparência legal.

A PF informou que os presos são funcionários do banco investigado e, na época, um deles atuava na mesa de câmbio. Outro era diretor da área de operações de câmbio e o terceiro era diretor geral da instituição.

(Veja mais…)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PM DO 12º BPM RECUPERA MOTO ROUBADA EM MOSSORÓ/RN.

Na tarde de terça-feira, 18 de junho de 2019, policiais militares lotados no 12º Batalhão de Policia Militar comandado pelo TC. Humber...