quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Justiça manda prender pela segunda vez, investigada no assassinato do Cabo PM Ildonio José. O mandado foi cumprido pela PC em Mossoró.

A Delegacia Regional, coordenada pelo Dr. Luiz Fernando e a Delegacia de Homicidios, sob o comando do Dr. Rafael Arraes, cumpriram na tarde desta quarta feira, 06 de fevereiro de 2019, uma mandado de prisão, expedido pela comarca de Caraúbas, em desfavor de Rosilene Araújo de Oliveira, 55 anos, investigada na morte do PM Ildonio José, ocorrida no ano passado entre Caraúbas e Governador Dix Sept Rosado.
Rosilene foi presa em uma residência, localizada na Rua Raimunda Maria de Souza, no Bairro Sumaré em Mossoró RN. De acordo com o delegado Luiz Fernando, as equipe foram até aquele bairro, para dar cumprimento a três mandados judiciais, sendo um contra um filho e outro contra o genro dela, mas os dois não foram encontrados.
Rosilene Araújo já havia sido presa, mas recebeu da justiça o direito a prisão domiciliar, mas esse benefício foi revogado e o judiciário expediu novo mandado cumprido nesta quarta feira em Mossoró. Após ser presa, Rosilene foi encaminhada a ala feminina da Penitenciária Mário Negócio onde ficará a disposição da justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Morre jovem vítima de explosão e incêndio em apartamento

Do G1 - Morreu na noite de terça-feira (12) ajovem vítima de uma explosão e incêndio em um apartamento no Parque Industrial em São José do...