segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Ex-mulher de prefeito no Nordeste é indiciada por divulgar nudes del


A ex-mulher do prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cezar da Silva, foi indiciada pela Polícia Civil por divulgar fotos de nudez associadas ao chefe do executivo da cidade do Agreste. Júlio Cezar havia denunciado a circulação das fotos no dia 1º de dezembro de 2018. Se condenada, a mulher pode pegar até cinco ano de prisão.
O crime foi batizado pela Polícia Civil de “vingança pornográfica” e investigado pela Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic). O prefeito fez a denúncia afirmando que estava sendo alvo de uma divulgação de cena de nudez. As fotos, que mostravam Júlio Cézar nu em frente a um espelho, foi amplamente divulgada no aplicativo “WhatsApp”.
No mês da denúncia, ele negou que o corpo exposto na imagem fosse dele, afirmando se tratar de uma montagem. “Fizeram uma montagem esdrúxula de uma foto com um senhor nu e inseriram a minha cabeça”, disse o prefeito em rede social após ter sido informado do crime cibernético.
As investigações, coordenada pelo delegado Thiago Prado, apontam que a ex-mulher do prefeito foi a responsável pela divulgação das fotos. Por isso, ela foi indiciada e deverá responder na Justiça pelo crime. “De acordo com as provas acostadas no inquérito policial, ela teria sido a responsável por difundir a imagem desonrosa da vítima através do aplicativo “WhatsApp”, e assim a imagem alcançou grande compartilhamento, causando um severo constrangimento à vítima”, afirma o delegado.
O delegado informou que este tipo de delito vem ocorrendo com bastante frequência nos últimos meses, e alerta que o autor pode ser identificado através do trabalho realizado pela Polícia Civil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caicoense é preso em Campina Grande suspeito de matar homem de 45 anosi

O caicoense Gilfran do Nascimento foi preso na noite dessa sexta feira em Campina Grande-PB, por suspeita na morte de um popular residente...