sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

POLÍCIA CIVIL PRENDE PM SUSPEITO DE MATAR IRMÃO E CUNHADA EM NATAL-RN


Homem havia se apresentado à polícia dois dias após o crime, mas estava em liberdade.
Crime aconteceu no conjunto José Sarney, na Zona Norte de Natal — Foto: Inter TV Cabugi/Reprodução
A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira (3) o policial militar suspeito de ter matado o irmão, Carlos Alberto Ferreira, de 53 anos, e a cunhada, Maria de Fátima Alves da Cruz, de 48 anos, no dia 18 de dezembro passado, na Zona Norte de Natal. (RELEMBRE)
O soldado da PM havia se apresentado dois dias depois do crime, contudo ficou em liberdade por livrar o flagrante. Agora ele está detido sob força de mandado de prisão preventiva.
A prisão do PM de 41 anos é resultado de investigação realizada pela Delegacia da Zona Norte da Divisão de Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP). O soldado foi preso no bairro Nossa Senhora da Apresentação.
“Nossas investigações apontam que Carlos Alexandre teria matado o irmão e a cunhada motivado por uma questão judicial que envolvia uma dívida de R$ 40 mil. No dia do crime, o suspeito havia participado de uma audiência e, durante a noite, foi até a casa do irmão para cometer o crime. Carlos Alberto foi atingido pelos disparos de arma de fogo, socorrido, mas não resistiu. E a esposa morreu na residência, após ter sofrido quatro disparos, um deles na cabeça”, detalhou o delegado da DHPP, Roberto Andrade.
No dia em que se apresentou à polícia, o soldado prestou depoimento aos investigadores da Divisão de Homicídios. “Durante depoimento, alegou que não lembrava de ter cometido crime algum, pois estaria sob efeito de substâncias que teriam apagado a memória dele na noite do crime”, revela o delegado Roberto Andrade.
Nesse mesmo dia, a pistola que estava em posse do policial militar, pertencente à PM do Rio Grande do Norte, foi apreendida. A arma será periciada com o intuito de descobrir a possível utilização dela para matar as vítimas.
O crime
Segundo a Polícia Civil, o PM teria entrado pelos fundos da casa no conjunto José Sarney e, armado, surpreendido o casal, que morava na residência. A mulher foi atingida na cabeça e morreu na hora. Já o irmão do policial, foi baleado no abdômen e socorrido até a Unidade de Pronto Atendimento do Potengi. Porém, não resistiu aos ferimentos.
Carlos Alberto Ferreira tinha 53 anos, e a mulher dele, Maria de Fátima Alves da Cruz Ferreira, 48.
Segundo relatos de testemunhas, há 10 dias vários disparos foram feitos no portão da casa do casal.
A Polícia Civil também contou que recebeu informações de que, há alguns anos, os irmãos tinham uma empresa de manutenção de equipamentos de panificação. Porém, houve um desentendimento familiar e a sociedade acabou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Homem morre em grave acidente de moto em Olho D’água

Um grave acidente foi registrado na tarde deste domingo, dia 23 de junho, na cidade de Olho D’água. Segundo as primeiras informaçõe...