quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Corpo de taxista é encontrado em lixão, em Rio Verde

Taxista pegou viagem em Quirinópolis com destino a Rio Verde para levar passageiro até o velório da avó.
O corpo do taxista Francirrênio Martins Cabral foi encontrado no início da tarde desta quinta-feira (31/1) em um lixão, na cidade de Rio Verde, a 238 quilômetros de Goiânia. Francirrênio estava desaparecido deste a noite da última quinta-feira (30/1). As informações foram confirmadas pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO).
O delegado do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Rio Verde, Carlos Roberto esteve no local e conversou com o Portal Dia Online. “O corpo é realmente do taxista, os suspeitos foram presos no Mato Grosso e confessaram o crime e onde teriam jogado o corpo”, conta o delegado.
Segundo o Carlos Roberto três homens foram presos suspeitos do crime, mas como a prisão aconteceu em outro estado, os nomes dos suspeitos do homicídio não foram divulgados. De acordo com o delegado, após matarem o taxista e abondar o corpo, os indivíduos seguiram para o Mato Grosso, com o veículo de Francirrênio onde foram presos.
Carlos Roberto afirmou que o corpo de Francirrênio foi encontrado ao lado de uma fazenda de soja, mas não soube precisar se foram os funcionários do aterro ou o fazendeiro que encontrou o cadáver.
Motorista pegou uma viagem para fazer de Quirinópolis para Rio Verde
Francirrênio estava desaparecido desde a noite da última quinta-feira (30/1) quando pegou uma viagem em Quirinópolis, para a cidade de Rio Verde. O desaparecimento do taxista foi comunicado pelo pai da vítima à PCGO.
Conforme consta no Relatório Integrado de Atendimento (RAI) entre a Polícia Civil (PCGO) e Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) o pai do taxista informou que o filho tinha pegado uma corrida para fazer por volta das 19h na noite de ontem.
E durante a viagem, o pai de Francirrênio ouviu o passageiro afirmar que estava indo para Rio Verde, para participar do velório da Avó. No entanto, o taxista não deu mais notícias à família e estava desaparecido deste então.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As mais visitadas