segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Causa da morte de Mukirana foi traumatismo craniano, diz atestado

Corpo foi encontrado na manhã desta segunda-feira, na praia do Gi.
Segundo o atestado de óbito, a causa da morte de Clóvis Willian dos Santos, mais conhecido como Mukirana, foi traumatismo craniano. Os familiares já fizeram o reconhecimento e aguardam a liberação do corpo no Instituto Médico Legal, em Tubarão. Ainda não há informações sobre o velório.
O corpo foi encontrado na manhã desta segunda-feira, 07, na faixa de areia da praia do Gi com sinais de agressão. A Polícia Civil segue investigando o caso. O veículo da vítima, um Renault Duster, ainda não foi localizado. Segundo divulgado pelo HC Notícias, ele tinha graves ferimentos no rosto, no lado esquerdo, as pálpebras muito inchadas, e sinais de que seu punho havia sido amarrado. Não se sabe como ocorreu o traumatismo, mas pode ter sido manual. Não há indícios de que tenha sido provocado por um objeto.
“Foram encontrados hematomas ao longo do corpo e um cabo, possivelmente usado para amarrá-lo. A princípio não há indícios de ferimentos por arma de fogo ou arma branca. Amarram ele pela camiseta e jogaram no mar”, destaca o delegado Bruno Fernandes, da Divisão de Investigação Criminal (DIC).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Homem morre em grave acidente de moto em Olho D’água

Um grave acidente foi registrado na tarde deste domingo, dia 23 de junho, na cidade de Olho D’água. Segundo as primeiras informaçõe...