terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Assassinato de Mukirana ainda é um mistério para polícia


De acordo com o delegado Bruno Fernandes, da DIC de Laguna, há a possibilidade dele ter sido morto em outro local e ser deixado na beira da praia, em Laguna.
O assassinato de Mukirana ainda é um mistério para a polícia. Ele foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira, 07, na Praia do Gi, em Laguna, com marcas de agressão e não foram encontradas pistas que podem ajudar a elucidar o crime. A causa da morte, segundo o Instituto Médico-Legal (IML) do município, foi traumatismo craniano.
De acordo com o delegado Bruno Fernandes, da DIC de Laguna, não há como ter certeza de nada neste momento e que a polícia trabalha com várias linhas de investigação. Mas pelas circunstâncias existe a possibilidade de Mukirana ter sido assassinado em outro local e foi deixado na beira da praia. “É uma hipótese, ainda é precipitado afirmar qualquer coisa. Estamos apurando todas as possibilidades”, disse o delegado.
Na tarde de ontem havia no sistema da Polícia Militar de Laguna um registro de furto da Duster de Mukirana. Pessoas próximas a ele disseram que também foram roubados um celular, notebook e câmera fotográfica. A polícia não descarta a possibilidade de latrocínio (roubo e morte). O veículo foi encontrado ontem mesmo no bairro Congonhas, em Tubarão.
Mukirana foi velado na madrugada desta terça-feira na Funerária Santa Albertina, em Tubarão e sepultado hoje de manhã no cemitério da comunidade de São Martinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DUAS MULHERES FORAM BALEADAS NO BAIRRO CIDADE JARDIM EM CARUARU E UMA MORREU.

Na tarde deste sábado (23), duas mulheres foram baleadas na Rua R-04, na praça que foi inaugurada recentemente, no bairro Cidade Jardim em...