terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Assassinato de Mukirana ainda é um mistério para polícia


De acordo com o delegado Bruno Fernandes, da DIC de Laguna, há a possibilidade dele ter sido morto em outro local e ser deixado na beira da praia, em Laguna.
O assassinato de Mukirana ainda é um mistério para a polícia. Ele foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira, 07, na Praia do Gi, em Laguna, com marcas de agressão e não foram encontradas pistas que podem ajudar a elucidar o crime. A causa da morte, segundo o Instituto Médico-Legal (IML) do município, foi traumatismo craniano.
De acordo com o delegado Bruno Fernandes, da DIC de Laguna, não há como ter certeza de nada neste momento e que a polícia trabalha com várias linhas de investigação. Mas pelas circunstâncias existe a possibilidade de Mukirana ter sido assassinado em outro local e foi deixado na beira da praia. “É uma hipótese, ainda é precipitado afirmar qualquer coisa. Estamos apurando todas as possibilidades”, disse o delegado.
Na tarde de ontem havia no sistema da Polícia Militar de Laguna um registro de furto da Duster de Mukirana. Pessoas próximas a ele disseram que também foram roubados um celular, notebook e câmera fotográfica. A polícia não descarta a possibilidade de latrocínio (roubo e morte). O veículo foi encontrado ontem mesmo no bairro Congonhas, em Tubarão.
Mukirana foi velado na madrugada desta terça-feira na Funerária Santa Albertina, em Tubarão e sepultado hoje de manhã no cemitério da comunidade de São Martinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Homem morre em grave acidente de moto em Olho D’água

Um grave acidente foi registrado na tarde deste domingo, dia 23 de junho, na cidade de Olho D’água. Segundo as primeiras informaçõe...