sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Fiscalização localiza 25 trabalhadores “escravos” no Vale do Açu


Dos 25 trabalhadores resgatados, 19 trabalhavam na extração de carnaúba e seis em cerâmicas. Foto: Divulgação/MT
Fiscais do Ministério do Trabalho resgataram esta semana 25 pessoas submetidas a condições degradantes na zona rural da cidade de Carnaubais, a 207 quilômetros de Natal. A ação foi promovida pelo Grupo Móvel de Fiscalização do Ministério. Os homens resgatados trabalhavam de forma informal na extração da palha das palmeiras nativas e em cerâmicas locais. A informação foi divulgada na tarde desta quarta-feira (14).
Nas áreas de extração fiscalizadas foram resgatados 19 trabalhadores, dos quais 10 laboravam e pernoitavam no meio da mata, e outros nove que estavam pernoitando no interior do baú de um velho caminhão que servia como local de moagem. Outros seis foram resgatados em cerâmicas locais. Eles dormiam no local, sem as mínimas condições de higiene e segurança.
Os fiscais constataram que nenhum dos 15 trabalhadores contratados na propriedade havia sido registrado. Cada empregado recebia uma média de R$ 300 a R$ 350 por quinzena, já descontados o valor referente à alimentação, de acordo com a produção da equipe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cadeirante vítima de assalto na sorveteria Cavalcante em Assu não resiste e morre ao da entrada no Hospital Regional

  O cadeirante por nome Antônio Ronaldo, 46 anos, foi baleado quando estava sentado em sua cadeira de rodas na calçada de sua residência...