sábado, 6 de outubro de 2018

Voto por amor


O paradoxo salta aos olhos. Os dois candidatos com mais chances de chegar à Presidência são também os mais detestados, o que não apenas é sinal de encrenca para a próxima administração como também indica que estamos diante de uma anomalia eleitoral.

Com efeito, parece ter havido uma antecipação do segundo turno, com Bolsonaro aglutinando os votos antipetistas, e Haddad amalgamando os sufrágios antibolsonaristas. O problema desse tipo de movimento é que ele esvazia os votos a favor que o cidadão quisesse dar.

Para este ano, já era. A regra de eleição para presidente é clara, antiga e não há nada de essencialmente errado no voto estratégico. A democracia, contudo, é uma obra em andamento e nada nos impede de discutir aperfeiçoamentos.
(mais…)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Polícia prende homem por assassinar e retirar coração de travesti em Campinas (SP)

Caio Santos de Oliveira, de 20 anos, confessou o crime após ser abordado por oficiais durante patrulhamento na manhã de segunda-feira A ...