segunda-feira, 17 de setembro de 2018

TSE: fala de Bolsonaro considerada um desserviço


Ministros de tribunais superiores e integrantes do TSE consideraram a fala de Bolsonaro nas redes um desserviço. Eles dizem que esses comentários alimentam informações falsas sobre o sistema de votação.

Após a fala do presidenciável, eleitores do capitão reformado foram às redes afirmar que urnas eletrônicas não são auditáveis e que o sistema é frágil. O TSE aprovou em maio auditoria em tempo real da votação. OAB, Ministério Público e partidos podem, inclusive, acompanhar.

O TSE também fez uma série de testes públicos de segurança das urnas, com especialistas e peritos da Polícia Federal, para garantir a inviolabilidade dos votos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cadeirante vítima de assalto na sorveteria Cavalcante em Assu não resiste e morre ao da entrada no Hospital Regional

  O cadeirante por nome Antônio Ronaldo, 46 anos, foi baleado quando estava sentado em sua cadeira de rodas na calçada de sua residência...